A governadora do Banco da Rússia, Elvira Nabiullina, argumentou anteriormente que a proibição do Bitcoin na Rússia era “bastante factível”.

Proibir criptomoedas como Bitcoin (BTC) é impossível, declarou o ministro das Finanças da Rússia, Anton Siluanov, enquanto o Banco da Rússia continua pedindo ao Estado que proíba as criptomoedas no país.

A proibição de criptomoedas na Rússia é “o mesmo que proibir a internet, o que é impossível”, declarou Siluanov no briefing do ministério com o banco central, informou a Forbes Russia na quarta-feira (16/02).

O ministro das Finanças teria dito que regular o setor de criptomoedas o mais rápido possível é muito melhor do que bani-lo, pois isso permitiria que o governo finalmente monitorasse o mercado e aumentasse o orçamento do país usando impostos da mineração de criptomoedas.

“O que há de errado com isso, não entendo por que deveria ser banido”, disse Siluanov no briefing, acrescentando que existe uma solução fácil para tributar o mercado. Segundo o ministro, o governo deve reter impostos sobre os ganhos realizados sobre o valor dos ativos fiduciários depositados e sacados.

“O Banco Central quer proibir totalmente os criptoativos, argumentando que isso cria riscos, principalmente para os cidadãos e pode “infectar” instituições financeiras, bancos e criar um mercado de liquidação opaco”, disse Siluanov.

Ele acrescentou que o Ministério das Finanças admite essas preocupações e, portanto, considera necessário limitar a exposição à criptomoeda por investidores não profissionais como parte de seu conceito de regulamentação de criptomoedas lançado no início de fevereiro. Como tal, o valor máximo para investidores inexperientes pode ser definido entre 50.000 rublos russos (US$ 660) a 100.000 rublos (US$ 1.300), disse o ministro. Anteriormente, o vice de Siluanov, Alexei Moiseev, sugeriu limitar essas compras a US$ 660.

Os funcionários não especificaram se o limite potencial se referiria a investimentos mensais ou qualquer outro período. A assessoria de imprensa do ministério não respondeu imediatamente ao pedido de comentário do Cointelegraph.

Enquanto isso, o Banco da Rússia não apóia a ideia de permitir que investidores não profissionais comprem criptomoedas como Bitcoin, citando riscos comuns como fraude e lavagem de dinheiro. A autoridade também tem sido bastante hostil à criptomoeda quando se trata de mineração, alertando contra esquemas de mineração fraudulentos de “criptomoedas inexistentes”.

Após longos anos de discussões, espera-se que o Banco da Rússia e o governo russo finalmente encontrem um consenso sobre a regulamentação de criptomoedas no país até esta sexta-feira (18/02).

Por: Helen Partz

LEIA MAIS

© 2022 | Investidor Matuto | Todos os direitos reservados Política de Privacidade Desenvolvido por