A casa de moda de luxo italiana Gucci informou nesta quinta-feira (5) que vai começar a aceitar pagamentos em criptomoedas em algumas de suas lojas.

Mais precisamente, a marca disse que vai aceitar Bitcoin (BTC), Dogecoin (DOGE), Shiba Inu (SHIB), Bitcoin Cash (BCH), Litecoin (LTC), cinco stablecoins e outros criptoativos em sua mais nova incursão no mundo dos criptoativos.

De acordo com a Vogue Business, primeira a noticiar sobre o assunto, o projeto piloto será lançado em algumas lojas dos Estados Unidos no final deste mês de maio. Mas é possível que a iniciativa seja expandida para todas as lojas estadunidenses da Gucci em breve.

Segundo a matéria, o pagamento deverá ser realizado via QR Code enviado ao cliente por e-mail no ato da compra. Então, os compradores devem escanear o código por meio de suas carteiras cripto e concluir a transação.

As primeiras lojas Gucci a aceitar criptomoedas são Wooster Street, em Nova York; a Rodeo Drive, em Los Angeles; a Miami Design District, em Miami; a Phipps Plaza, em Atlanta; e The Shops at Crystals em Las Vegas. Ao todo, serão 10 ativos digitais aceitos nas lojas.

Sobre a iniciativa, o presidente e CEO da Gucci, Marco Bizzarri, afirmou em um comunicado:

“A Gucci está sempre procurando adotar novas tecnologias quando elas podem fornecer uma experiência aprimorada para nossos clientes. Agora que podemos integrar criptomoedas em nosso sistema de pagamento, é uma evolução natural para os clientes que gostariam de ter essa opção disponível para eles.”

Gucci no mundo dos NFTs

Mas esta não é a primeira incursão da Gucci no universo cripto. Afinal, a marca também lançou uma coleção de tokens não fungíveis (NFTs) recentemente. Os tokens dão aos compradores acesso especial para pré-encomendar uma coleção Gucci antes de ser lançada ao público em geral.

Além disso, a Gucci construiu recentemente uma equipe focada na Web3 para avançar nesta frente. Ainda, comprou e está desenvolvendo imóveis digitais no popular metaverso The Sandbox.

“Sabemos que as pessoas estão dispostas a pagar um bom dinheiro por NFTs, por colecionáveis ​​digitais e ter uma segunda vida no metaverso. Portanto, o potencial de receita está absolutamente lá. É preciso entender como curar a experiência como no mundo físico. E garantir que a experiência esteja entregando o que o cliente esperaria da respectiva marca”, disse o diretor de marketing da Gucci, Robert Triefusna, em entrevista recente.

Aceitação de criptomoedas

Assim como a Gucci, outras marcas têm testado cada vez mais as tecnologias blockchain, principalmente por meio de coleções de NFT. Mas muitas também estão começando a aceitar pagamentos em cripto.

Em março, a Off-White, por exemplo, anunciou que suas lojas próprias em Paris, Londres e Milão começaram a aceitar pagamentos, incluindo Bitcoin, Ethereum, Binance Coin, XRP e outras.

Mais recentemente, foi a vez do clube de fitness de luxo Equinox anunciar a aceitação de criptomoedas em clubes da cidade de Nova York.

Por: Lorena Amaro

LEIA MAIS

© 2022 | Investidor Matuto | Todos os direitos reservados Política de Privacidade Desenvolvido por